OS X Mavericks

OS X Mavericks

A Apple apresentou seu novo sistema operacional nesta semana: o OS X Mavericks. Essa esperada atualização focou em três importantes áreas do sistema operacional: Tecnologia, Recursos e Apps. Com a simples atualização para o OS X Mavericks, você conseguirá 1,5 hora a mais para navegar na web com a mesma carga de bateria. Utilizando 4 Gb de memória RAM, o sistema consegue comprimir os dados e armazenar até 6 Gb nessa mesma memória de forma dinâmica, possibilitando o uso de muitos mais recursos do sistema. Algo parecido ocorre com a alocação de memória para a placa de vídeo integrada, não sendo mais necessário especificar um valor fixo compartilhado. Desta forma, o OS X consegue utilizar a memória RAM de forma muito mais inteligente e direcioná-la para o que é realmente necessário. As notificações do sistema também estão mais inteligentes. Agora é possível, por exemplo, responder à mensagens diretamente da notificação e receber itens como notícias de websites. No Safari, é possível ver os links compartilhados por seus amigos no Twitter e LinkedIn e ainda exibí-los em um modo de leitura contínuo, facilitando a leitura de todo o conteúdo sem precisar abrir links. Toda a suíte de aplicativos iLife e iWork foi atualizada, trazendo uma grande melhoria nos recursos e desempenho dos aplicativos. Além disso, dois novos apps foram integrados ao sistema: Mapas e iBooks. Uma funcionalidade que ajudará muito a quem fica longe das tomadas é a diminuição do processamento e memória reservada para aplicativos que estão em segundo plano. Com este recurso, somente programas que realmente precisam de recursos os utilizarão. E, finalmente, uma das melhores notícias, a atualização do sistema agora é gratuita à partir de qualquer sistema prévio, assim como as suítes iWork e iLife também são gratuitas na compra de qualquer novo Mac desde o dia 1 de Outubro. Aproveitem!...

Leia Mais

Apple Event – 2 Novos iPhones

Apple Event – 2 Novos iPhones

A Apple apresentou neste dia 1o de Setembro sua nova linha de iPhones e, surpreendentemente, foram lançadas duas linhas ao mesmo tempo, o que nunca havia sido feito pela empresa. iPhone 5C Para esta linha, a Apple introduziu um iPhone com custo inferior e cheio de cores. Com sua parte traseira feita com uma peça única de plástico e seu interior reforçado com metal (usado também para ampliar a capacidade da antena), a Apple conseguiu apresentar um smartphone de baixo custo com grande estilo. Com 5 aparelhos de cores diferentes (azul, branco, rosa, amarelo e verde) e 6 cases também coloridas, o iPhone 5C ainda traz melhorias em relação ao seu antecessor, o iPhone 5, como sua nova câmera frontal de 1.9 mp e uma maior abrangência de redes LTE (4G), o que, diga-se de passagem, é a maior abrangência entre todos os Smartphones existentes hoje no mercado. Como estamos falando de baixo custo, os valores anunciados para um contrato de 2 anos nos Estados Unidos são US$ 99,00 para o aparelho de 16 Gb e US$ 199,00 para o aparelho de 32 Gb. As cases custam US$ 29,00 cada. iPhone 5S O iPhone top de linha também trouxe algumas novidades em relação às cores, sendo estas a Prateada, Dourada e o que a Apple chama de Space Gray (cinza espacial). Porém o foco fica em 3 itens principais: Hardware, Câmera e Segurança. Quanto ao Hardware, o chip da Apple foi atualizado para a versão A7, sendo o primeiro chip de 64 bits a ser utilizado em um Smartphone. Com 1 bilhão de transistores e mesmo tamanho que seu antecessor, o A7 torna o iPhone 5S em um dispositivo 2x mais rápido em processamento de dados e de gráficos. Também foi adicionado um novo chip de co-processamento chamado de M7. O M7 é responsável pelo processamento contínuo de dados de movimento, possibilitando uma nova geração de aplicativos para a saúde e exercícios físicos. Com tanto poder adicional, a bateria continua a mesma e, em alguns casos até superior que a do iPhone 5: 10 horas de duração utilizando Wi-Fi, 3G ou LTE ou 250 horas em stand by. Um grande foco desta nova versão do iPhone é a câmera. Foram tantas melhorias que é mais fácil listá-las do que explicá-las: Abertura da lente aumentada para f/2.2, permitindo a entrada de mais luz no sensor; Novo sensor de captura de imagem 15% mais largo; Auto contraste, ajuste de branco, leitor de tons da imagem, matriz de elementos e múltiplas fotos fazem com que o ato de tirar foto seja simplesmente apontar e disparar. Nada de ficar editando fotos depois; Um novo flash chamado pela Apple de True Tone Flash utiliza...

Leia Mais

Apple – WWDC 2013

Apple – WWDC 2013

A Apple acabou de divulgar a data oficial da Worldwide Developers Conference de 2013 (ou WWDC). O evento acontecerá entre os dias 10 e 14 de Junho no Centro de Convenções Moscone West, em San Francisco. Os ingressos estarão à venda apenas para desenvolvedores e empresas cadastradas em um dos programas de desenvolvimento da Apple e poderão ser adquiridos somente pelo site oficial do evento à partir das 14 horas (horário de Brasília) de 25 de Abril. O único porém fica por conta do valor do ingresso. Válido para os 5 dias de evento, será necessário desembolsar US$ 1.599,00 para acompanhar todas as novidades do mundo Apple e participar dos vários eventos programados. Se isto não for problema, fique alerta! Os ingressos costumam se esgotar em menos de 2...

Leia Mais

App Store paga 2.6 vezes mais que o Google Play

App Store paga 2.6 vezes mais que o Google Play

De acordo com pesquisa realizada pelo blog App Annie entre Janeiro e Abril de 2013, o crescimento do Google Play (em renda e downloads) foi muito maior que o da App Store: 90%, porém, quando trate-se de monetização, a App Store inverte o jogo e rende 2.6 vezes mais. Em comparação ao último quadrimestre de 2012, houve uma queda de 35% na diferença de rendimento entre as duas lojas o que é justificado pelo aumento significativo de downloads do Google Play. Porém há de se levar em conta que, ao olharmos para os aplicativos individualmente, a App Store ainda está muito a frente. Uma curiosidade é que os Estados Unidos são os maiores responsáveis pelo crescimento da renda para iOS e a China está crescendo muito, já se tornando o país com a maior quantidade de downloads na App Store. Neste cenário, os Games continuam dominando e são responsáveis por cerca de 70% de toda a renda da App Store, enquanto que no Google Play atingem cerca de 80%. Com este cenário favorável em ambas plataformas, vemos que a App Store ainda gera um retorno financeiro maior e mais rápido para as empresas, o que deve demorar a ser batido. E você, o que está esperando? Entre em contato conosco e solicite um orçamento para seu aplicativo agora...

Leia Mais

Ferramentas de Análise de Aplicativos iOS

Ferramentas de Análise de Aplicativos iOS

Para os desenvolvedores de aplicativos iOS pode ser um desafio entender como os usuários estão interagindo com os recursos que são criados, quantas e quais telas estão sendo exibidas e quantos usuários continuam a utilizar seus aplicativos após a primeira utilização, porém existem ferramentas que nos ajudam a saber tudo isso e um pouco mais. Um bom exemplo é o site Apptrace.com, onde é possível verificar estatísticas de todos os aplicativos da AppStore. Entre estas, cito as mais importantes: Tempo de vida do aplicativo; Versões e datas de lançamento; Alterações de preço; Ranking Global; Ranking Diário. O site Xyo.net é excelente para que você possa ver o que as pessoas que baixaram seu aplicativo também baixaram e, assim, fazer uma referencia cruzada das informações identificando tendências e possíveis melhorias. Uma ferramenta que não pode faltar é o Google Analytics Mobile, onde é possível analisar os seguintes dados: Novos usuários utilizando aplicativos; Usuários ativos no aplicativo; Utilização em tempo real; Modelos dos dispositivos que utilizam seu aplicativo; Sistema Operacional utilizado; Origem do tráfego; Telas acessadas; Tempo de acesso por tela; Números de tela por sessão. Por último, o site Appannie.com fornece dados muito completos sobre sua conta no iTunesConnect e estatísticas, como por exemplo: Renda com o aplicativo; Histórico de Downloads; Reviews; Avaliações; Histórico do Ranking por país, geral ou categoria; Ranking diário; Número de vezes em que foi Destaque na AppStore; Histórico de versões. Com estas ferramentas, você pode montar uma estratégia de desenvolvimento de aplicativos, analisando quais são os que mais sobem nos rankings e encontrando nichos que estão se expandindo. Feito isso, poderá acompanhar o desempenho de suas vendas e modo de utilização, identificando onde uma propaganda se encaixaria melhor ou onde um conteúdo deveria ser alterado. Também será possível visualizar em quais países seu aplicativo faz mais sucesso e focar neste mercado, acompanhar seus reviews e avaliações para poder atualizar o aplicativo de acordo com o que os usuários pedem e, por último, nunca mais deixará de saber que seu aplicativo está em destaque na AppStore ou no top 10 de determinada categoria. Com uma boa pesquisa e uma boa ideia, você aumentará bastante suas vendas de aplicativos e In-App...

Leia Mais

Xcode: Gerar Build Automaticamente

Xcode: Gerar Build Automaticamente

Controlar a versão dos seus aplicativos através do Xcode é relativamente fácil, mas controlar o build manualmente, pode dar uma grande dor de cabeça, portanto, se quiser automatizar o processo, siga as etapas a seguir e conseguirá economizar um bom tempo:  Abra seu projeto (este procedimento deve ser efetuada para cada projeto que queira controlar); No navegador (painel esquerdo), acesse as configurações do projeto (primeiro item com o nome do seu projeto); Preencha o campo Build com um valor inicial (por exemplo 0 ou 100); Selecione seu aplicativo abaixo do menu TARGETS; Selecione a aba Build Phases; Clique no botão Add Build Phase (canto inferior direito) e selecione a opção Add Run Script; Será adicionado a tela o item Run Script, arraste-o para antes do item Copy Bundle Resources e expanda-o; Deixe o caminho /bin/sh no campo Shell e adicione o seguinte script: #!/bin/bash buildNumber=$(/usr/libexec/PlistBuddy -c "Print CFBundleVersion" "$INFOPLIST_FILE") buildNumber=$(($buildNumber + 1)) /usr/libexec/PlistBuddy -c "Set :CFBundleVersion $buildNumber" "$INFOPLIST_FILE" Caso deseje controlar o build com números hexadecimais, utilize o seguinte script: #!/bin/bash buildNumber=$(/usr/libexec/PlistBuddy -c "Print CFBundleVersion" "$INFOPLIST_FILE") buildNumber=$((0x$buildNumber)) buildNumber=$(($buildNumber + 1)) buildNumber=$(printf "%X" $buildNumber) /usr/libexec/PlistBuddy -c "Set :CFBundleVersion $buildNumber" "$INFOPLIST_FILE"   A cada vez que gerar uma build, o script será executado e acrescentará um ao valor atual, evitando assim a necessidade de alterar este valor...

Leia Mais